O Ensino de Matemática via Resolução de Problemas na Formação Inicial de Professores

Palavras-chave: Ensino-aprendizagem, Licenciatura em Matemática, Resolução de problemas.

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo identificar a compreensão de licenciandos sobre o ensino de Matemática via resolução de problemas. Os sujeitos foram 18 estudantes do quarto ano, inseridos no contexto de uma disciplina do curso em que se tratou, em oito horas-aulas, de uma formação voltada a construir ações para ensinar Matemática via resolução de problemas. Para a coleta de dados, utilizamos os registros de suas atividades práticas e um questionário final. Como procedimentos metodológicos, utilizamos o software IraMuTeQ para gerar uma análise de similitude, o que nos possibilitou analisar qualitativamente as perguntas abertas, pelos grafos elaborados, em que mostra as ligações existentes entre as falas dos sujeitos. Os dados mostraram que os licenciandos tem conhecimentos gerais sobre a resolução de problemas. Quanto a atividade prática, a análise sobre a compreensão final dos estudantes mostrou que a possibilidade de inserir um conteúdo matemático e as ações de ensino na abordagem via resolução de problemas, em específico a ação de escolha do problema, configuraram-se novos a eles. Finalizando, pode-se inferir que foi possível desenvolver e ampliar a compreensão dos futuros professores para ensinar Matemática via resolução de problemas, visto que as nove duplas tiveram uma média aritmética de 75 % de acertos ao proporem uma organização desse ensino.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Otavio Rodrigues Mendes, Universidade Estadual de Ponta Grossa/Doutorando em Educação para a Ciência e a Matemática
Doutorando em Educação para a Ciência e a Matemática - PCM pela Universidade Estadual de Maringá - UEM; Mestre em Ensino de Ciências e Educação Matemática - PPGECEM pela Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG (2019); Pós-Graduado em Educação Especial e Inclusiva pela Faculdade Educacional da Lapa - FAEL (2019); Graduado em Licenciatura em Matemática pela UEPG (2016); Tutor EaD pela UEPG (2017); Aluno do PIBID Interdisciplinar (2014); Participou de vários eventos dentro da área de Educação Matemática. Participa do Grupo de Estudos e Pesquisa em Políticas Educacionais e Formação de Professores (GEPPE), do Grupo Tecnologias Educacionais em Educação Matemática (GTEM). Tem experiência e pesquisa na área de Matemática, com ênfase em Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino da matemática, educação, jogos matemáticos, gamificação e ensino.
Marcelo Carlos de Proença, Universidade Estadual de Ponta Grossa/Professor Adjunto Departamento de Matemática
Professor Adjunto do Departamento de Matemática da Universidade Estadual de Maringá - UEM. Professor do quadro permanente do Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência e a Matemática-PCM da UEM. Licenciado em Matemática (2005), mestre (2008) e doutor (2012) pela Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - UNESP, campus de Bauru. Professor no Programa de Desenvolvimento Educacional - PDE/PR, ministrando aulas sobre temática da resolução de problemas no ensino de Matemática e orientando professores de Matemática, que atuam na rede pública de ensino da Educação Básica, na elaboração de produções didáticos-pedagógicas e de seus resultados implementados em sala de aula, totalizando dois anos de atividades. Atuou como Coordenador da área de Matemática do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - Pibid. Atua na área de Educação Matemática, abordando os seguintes temas: resolução de problemas (ensino e aprendizagem), formação de conceitos geométricos, Formação de Professores que Ensinam Matemática.

Referências

ALLEVATO, N. S. G; ONUCHIC, L. R. Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática: por que através da Resolução de Problemas? In: ONUCHIC, L. R.; ALLEVATO, N. S. G; NOGUTI, F. C. H.; JUSTULIN, A. M. (Orgs.). Resolução de Problemas: teoria e prática. Jundiaí: Paco, 2014, p. 35-52.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: matemática / Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, DF: MEC, 2018.

BRITO, Marcia Regina Ferreira de. Alguns aspectos teóricos e conceituais da solução de problemas matemáticos. In: BRITO, M. R. F. (org.). Solução de problemas e a matemática escolar. Campinas: Alínea, 2006.

CAMARGO, Brígido Vizeu; JUSTO, Ana Maria. IRAMUTEQ: Um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, v. 21, n. 2, p.513-518, maio 2013.

FOSTER, Colin. The fundamental problem with teaching problem solving. ATM, 2019.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2017.

MATSUDA, Franciely Fabrícia de Souza. Um ensino de equação de 1º grau com uma incógnita via resolução de problemas. 2017. 131 f. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Educação Para A Ciência e A Matemática., Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017.

PARANÁ. Secretaria de Educação do Estado do Paraná. Diretrizes curriculares da educação básica: matemática. Paraná, 2008.

POLYA, George. A arte de resolver problemas: um novo enfoque do método matemático. Tradução de Heitor Lisboa de Araújo. Rio de Janeiro: Interciência, 1994.

PROENÇA, Marcelo Carlos de. Resolução de problemas: encaminhamentos para o ensino e a aprendizagem de Matemática em sala de aula. Maringá: Eduem, 2018.

SALVIATI, Maria Elisabeth. Manual do Aplicativo Iramuteq: versão 0.7 Alpha 2 e R Versão 3.2.3. 2017.

SCHOENFELD, Alan H. Mathematical problem solving. Orlando: Academic Press, 1985.

SCHROEDER, Thomas L; LESTER JÚNIOR, Frank K. Developing undertanding in mathematics via problem solving. In: TRAFTON, P.R; SHULTE, A. P. (Ed.). New directions for elementar school mathematics. Reston: NCTM, 1989.

Publicado
2020-05-01
Como Citar
Mendes, L. O. R., & Proença, M. C. de. (2020). O Ensino de Matemática via Resolução de Problemas na Formação Inicial de Professores. Revista De Educação Matemática, 17, e020014. https://doi.org/10.37001/remat25269062v17id255
Seção
Seção Temática: Resolução de Problemas na Educação Matemática