Comunidade de Prática de formação de professores que ensinam matemática: constituição, energia e cultivo

Loreni Aparecida Ferreira Baldini, Júlio Cézar Rodrigues de Oliveira, Márcia Cristina de Costa Trindade Cyrino

Resumo

Neste artigo, apresentam-se episódios da prática de um grupo de estudos, formado por professores e futuros professores que se constituiu em uma Comunidade de Prática de Formação de Professores de Matemática, com o objetivo de evidenciar aspectos dessa comunidade que proporcionaram a sua constituição, a sua energização e o seu cultivo. Para fundamentar as análises, foram utilizados os conceitos de Comunidades de Prática na perspectiva de Wenger (1998) e de Wenger, McDermott e Snyder (2002). As análises indicam que o engajamento mútuo e os empreendimentos articulados, fomentados pelas oportunidades de interação, de partilha de repertórios, de trocas de experiências e de ações planejadas pela coordenadora-formadora possibilitaram a negociação de significados e, por conseguinte, a aprendizagem docente. Fatores como a solidariedade, a criatividade e a confiança entre os membros foram essenciais para energizar e cultivar a Comunidade que se mostrou como um espaço fértil para a formação de professores

Palavras-chave

Comunidade de Prática; Formação de Professores, Ensino de Matemática; Educação Matemática

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
-->
Tema: Mpg. Customizado por: Articloud